sexta-feira, 11 de julho de 2014

OFICINAS PROEXT

 Dias 25 e 26/06/2014 foi realizada a primeira etapa da oficina de Zoneamento Ambiental-Urbano do PROEXT 2014, da qual participaram representantes da Prefeitura de Jaguarão e do Laboratório de Urbanismo da FAUrb-UFPel. Foram utilizados os softwares Google Earth, CAD MAP, RasterDesign e QGis 2.2, nos quais foram trabalhados dados do SIG_Jaguarão_3 (em elaboração pelo Laboratório de Urbanismo), imagem de satélite QuickBird (da Prefeitura Municipal), dados gratuitos da internet e legislações federais e estaduais.
Os resultados mostram as APPs incidentes na área efetivamente urbanizada e entorno (respectivamente em vermelho e em amarelo, na imagem), assim como as áreas de amortecimento (em azul na imagem). A esse resultado serão acrescentados dados de geologia, topografia, dinâmica hídrica e patrimônio cultural. Ficou combinado que serão produzidas pelo menos duas alternativas de zoneamento ambiental-urbano, as quais vão sugerir níveis ou intensidades de preservação e de urbanização.

A agenda de trabalho agora é de atividades não presenciais, com troca de informações pela internet. Está marcado um encontro em Pelotas para o dia 30/07, quarta feira, com apresentação e discussão das duas alternativas geradas para o Zoneamento Ambiental-Urbano, feitas pelas equipes da Prefeitura de Jaguarão e da FAUrb-UFPel.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Encontro pré-Congresso de Iniciação Científica-CIC

Na tarde dessa quarta-feira, bolsistas do LabUrb se encontraram para entender como funciona o Congresso de Iniciação Científica, e como as pesquisas a serem apresentadas devem se desenvolver. O Congresso é organizado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) e ocorrerá, no Campus Porto, de 09 à 12 de setembro de 2014. Esse, tem por objetivos principais, fomentar as pesquisas que estão sendo sediadas nas faculdades e aproximar a pesquisa universitária da sociedade. O LabUrb, por sua vez, apresentará propostas de pesquisas de desenvolvimento breve, baseadas nas atividades de extensão que ocorrem dentro do Laboratório.

sábado, 28 de junho de 2014

Reunião com Prefeitura Municipal de Jaguarão

Em reunião dia 25/06, a equipe do PROEXT 2014 esteve com o Vice Prefeito de Jaguarão, com o Secretário de Planejamento e Urbanismo e com representantes da equipe técnica, tratando da continuidade dos trabalhos de extensão e da parceria entre a FAUrb e a Prefeitura. O grupo convergiu para a necessidade de reforçar a equipe da Prefeitura e para manter as oficinas sobre geotecnologias, zoneamento ambiental e habitação de interesse social. Foi indicada como meta para 2014 elaborar e discutir com a comunidade uma proposta de revisão do perímetro urbano, de zoneamento para a preservação e de distribuição geral de densidades populacionais em área urbana.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Os professores Maurício Polidori e Otávio Peres respondem como o Programa de Extensão Funciona e quais seus objetivos dentro do Laboratório de Urbanismo da Faculdade de Arquitetura.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Oficinas do PROEXT 2014 - Introdução ao Geoprocessamento e Zoneamento Ambiental

Começam na quarta e quinta feira, dias 25 e 26 de junho, as Oficinas do PROEXT 2014, com o tema de Introdução ao Geoprocessamento e Zoneamento Ambiental. Serão utilizados dados do projeto SIG de Jaguarão (em andamento), particularmente a imagem Quick Bird de alta resolução, o mapeamento do ambiente natural e o mapa de altitudes, sobre os quais serão representadas as bacias e sub-bacias hidrográficas, as unidades ambientais, as altitudes e as declividades. Através de análise espaciais avançadas apoiadas em geotecnologias serão mapeadas as APPs, as zonas de amortecimento e a área efetivamente urbanizada, de cuja superposição e propostas de projeto serão indicados níveis de preservação, renaturalização e compensação, bem como delimitada a área urbana consolidada. As oficinas são destinadas à equipe de técnicos e gestores da Prefeitura de Jaguarão, a professores, alunos e funcionários e da FAUrb UFPel e à comunidade em geral.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

LEVANTAMENTO FOTOGRÁFICO EM JAGUARÃO PARA O SIG-WEB

Contando com câmeras com GPS integrado, os bolsistas do PROEXT começaram a fotografar as principais ruas de jaguarão. O levantamento será feito ao longo do ano, e cobrirá, além das principais demarcações viárias, pontos importantes para a cidade e, em menor escala, para os bairros. O levantamento está sendo deferido pelos mapas da cidade de fronteira, como toponímia, áreas de zoneamento ambiental, uso do solo etc. As imagens serão utilizadas para que o mapa ganhe vida: fique interativo e seja reconhecido pela população geral. Seguindo o esquema que os principais mecanismos de Georreferenciamento funcionam, as fotos estarão disponíveis com um “clique” em pontos dos mapas, com uma precisão quase exata, em relação ao local em que foi tirada.

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Seminário de Integração Cultural Brasil-Uruguai

Nos dias 3 e 4, de julho na Biblioteca Pública de Jaguarão – RS, ocorreu o Seminário de Integração Cultural Brasil - Uruguai, como um esforço de reconhecimento, planejamento, avaliação e definição de política de integração cultural de fronteira. Através de mesas que trazem discussões de Políticas Culturais, Patrimônio Cultural e Ações de Fomento Cultural nas faixas de fronteira, autoridades no assunto, protagonistas das comunidades e dos governos locais trocaram experiências e fizeram interlocução com as universidades e os governos estadual e federal, tanto do Brasil como do Uruguai. A equipe do PROEXT esteve presente, representando as atividades de extensão da UFPel, objetivando avançar nos trabalhos e estreitar o diálogo com os uruguaios. Na foto aparecem os bolsistas Otávio Gigante Viana, Morgana Baron e Taís Beltrame dos Santos, acompanhados do Professor Maurício Polidori (da esquerda para a direita). (Fotografia: Fernanda Tomiello)

As ruas de Jaguarão

Os valores máximos de pedestres não alcançam 600 pessoas por hora. Se considerarmos duas calçadas de 2 metros cada, teremos 2,5 pessoas por minuto por metro de largura. Isso é uma quantidade tranquila, mas que não indica uma rua vazia. Os valores mínimos andam por volta de 15 pessoas por hora, Também para o caso de duas calçadas com 2 metros cada, teremos 0,06 pessoas por minuto por metro de largura ( o que é igual a 3,75 pessoas por hora por metro de largura). Esses valores certamente estão associados à imagem de uma rua deserta, onde parece que estamos caminhando sozinhos. !

O QUE É HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL?

A partir desse questionamento, a bolsista Gabriela Pasqualin Cavalheiro pesquisará dentro da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFPEL, o conceito de habitação de interesse social. Por meio de entrevistas com os pós-doutorandos, doutorandos, mestrandos, pós graduandos e professores relacionados a área, coletar-se-á informações para que um pequeno documentário seja feito. A primeira entrevista ocorreu no dia 15 do mês corrente, com o Dr.André Carrasco (foto abaixo). As demais entrevistas se darão ao decorrer do ano.

Crescimento Urbano em Jaguarão

O mapa mostra o crescimento urbano da cidade de Jaguarão, RS, com dados obtidos de documentos antigos, de entrevistas com a equipe da Prefeitura, da tese de doutorado de Roberto Martins e de imagens de satélite. Observando o resultado pode ser percebido que a cidade do século XIX era predominantemente concêntrica, assumindo um aspecto mais fragmentado a partir do final do século XX, estando seu crescimento espacial a cerca de 2%aa.

Delineamento Inicial para Zoneamento Ambiental Urbano.

O Programa “Cidade para todos: cultura digital e ambiente” do PROEXT 2014 inicia o compartilhamento das informações iniciais, coletadas na cidade de Jaguarão-RS. As informações coletadas, em visitas in loco e mediante observações de imagens de satélite, estão sendo sistematizadas em ambiente SIG e serão bases para o início do subprojeto 1 do Programa, da realização de um Zoneamento Ambiental Urbano Estão apresentados um conjunto de mapas que compõem o processo de delineamento das áreas de preservação permanente e das áreas de amortecimento no contexto do entorno da área efetivamente urbanizada. Na sequência dos trabalhos serão realizadas oficinas práticas, envolvendo a equipe do programa, técnicos administrativos municipais.

Mapa MNLM

Mapa síntese da oficina realizada em Jaguarão, com o Movimento Nacional de luta pela Moradia, representado pelos moradores da cidade. Os círculos verdes indicam onde as pessoas sugerem que sejam localizadas as habitações de interesse social; os círculos laranja indicam o contrário, onde as pessoas acham inadequado para isso. O resultado indica algumas áreas estratégicas nas bordas da cidade, assim como demarca como inadequadas as áreas onde há alagamento e afloramento de rocha. O Programa PROEXT está retomando essa questão da habitação de interesse social em 2014, pois falta verificar locais no interior na malha urbana atual para habitação de interesse social e relacionar melhor o tema com questões ambientais.

PROEXT 2014

Com vontade renovada e novos colaboradores o PROEXT está de volta. O programa de extensão “Cidade para todos, cultura digital e ambiente: compartilhando o espaço de Jaguarão, RS” trabalhará com o espaço urbano da cidade de fronteira, em parceria com a Prefeitura Municipal Municipal, Secretaria de Planejamento e Urbanismo, Secretaria de Cultura e Turismo e Gabinete do Vice Prefeito. O programa é dedicado à temática do desenvolvimento urbano e à cultura digital, com os sub-temas da preservação ambiental e do acesso à terra urbanizada, estando organizado em três projetos: 1) Geoinformação urbana e compartilhamento; 2) Zoneamento urbano-ambiental e acesso à terra urbanizada; 3) Oficina de Geotecnologias para gestores públicos municipais. O objetivo geral do Programa é dar suporte ao desenvolvimento urbano da cidade de Jaguarão/ RS, apoiando sua produção com mais equidade e qualidade, o que inclui acesso à informação e à terra urbanizada, bem como conhecimento compartilhado sobre o espaço.